7 dicas para decorar o quarto das crianças

É fato que as crianças são estimuladas pelos mais diferentes elementos externos e, quando falamos da decoração do quarto, isso não é diferente. No entanto, ainda que seja delicioso...
7 dicas para decorar o quarto das crianças
7 dicas para decorar o quarto das crianças

É fato que as crianças são estimuladas pelos mais diferentes elementos externos e, quando falamos da decoração do quarto, isso não é diferente.

No entanto, ainda que seja delicioso criar o quarto dos pequenos, é importante tomar alguns cuidados. Isso porque, não basta apenas distribuir os brinquedos educativos no ambiente, sendo necessário ter um bom planejamento, estudar as cores certas, objetos decorativos, etc.

Portanto, se que você está em dúvida no que escolher, continue acompanhando o post de hoje e veja 7 dicas para decorar o quarto das crianças. 

1. Cores e estampas

É impossível falar sobre decoração de quarto infantil sem incluir cores e elementos lúdicos, como os brinquedos educativos.

Sendo assim, uma ótima maneira de trazer mais informação ao ambiente, mas sem deixar o espaço pesado, é por meio de estampas divertidas.

Aqui, é possível incluir com os adesivos ou papel de parede, visto que são fáceis de encontrar e contam com diferentes tipos de estampas. 

Além disso, outra alternativa é realizar a pintura com estêncil, uma técnica que permite aplicar desenhos, símbolos e letras sobre uma superfície.

Para isso, basta criar moldes com os formatos desejados, posicioná-los na parede e aplicar a tinta no centro. 

2. Nichos e prateleiras com brinquedos educativos

Em vez de comprar diversos quadros, porta-retratos e pôsteres, você pode aproveitar aquilo que o pequeno já possui para elaborar a decoração do quarto infantil.

Portanto, os brinquedos educativos, jogos, revistas, coleções e outros pertences com certeza irão deixar o quarto com a cara da criança, fazendo com que ela se identifique ainda mais com o ambiente.

Para isso, instale prateleiras e nichos nas paredes, pois esses espaços são pouco aproveitados e podem transformar todo o cômodo.

Além de distribuir vários elementos, você confere um visual bem organizado e bonito, além de otimizar o ambiente. 

3. Móveis ergonômicos e funcionais

Existem outros aspectos importantes, além de cores e objetos decorativos, que irão promover o conforto ideal para o pequeno e a praticidade desejada no dia a dia.

O principal é a ergonomia, pois irá permitir adequar as dimensões do elemento ao peso e tamanho dos pequenos.

Portanto, para quartos com cantinho de estudo, é interessante que a mesa e cadeira, por exemplo, tenham a opção de regulagem na largura e altura. Isso irá fazer com que as peças se adaptem às diferentes necessidades e fases do crescimento do pequeno. 

4. Tecidos com padronagens diferentes

Para quem quer mudar a cara do quarto sem gastar muito, uma boa dica é apostar em tecidos diferentes que fazem parte do cômodo, com novas texturas e estampas.

Além disso, ainda é possível criar um jogo de tecidos que criem um visual harmônico. Por exemplo, uma cortina azul-marinho, um tapete azul-claro e roupa de cama branca.

Vale lembrar ainda que materiais que podem ser trocados com frequência, como mantas, cobertores, capas de almofada, pufes e futons também são excelentes para variar na padronagem. 

5. Iluminação criativa

A iluminação é um aspecto fundamental no bem-estar dos pequenos e, para criar efeitos diferenciados, além da lâmpada centralizada tradicional, aposte em recursos que deixem o espaço mais agradável para eles.

Uma boa ideia, que valoriza a decoração e ainda pode influenciar positivamente no sono do pequeno, é a iluminação indireta. Para isso, basta incluir pontos de luzes em diferentes áreas do quarto, criando sombras e efeitos. 

Vale ressaltar ainda que a luz amarela é a melhor opção, pois além de ser mais confortável aos olhos, cria sensação de aconchego.

Mas, não se esqueça de investir em lâmpadas de LED, pois são mais eficientes, duráveis e econômicas a longo prazo. 

6. Segurança

Não podemos deixar de lembrar ainda que a segurança não pode faltar quando falamos sobre um quarto infantil. E, graças à tecnologia e desenvolvimento, muitos recursos podem ser utilizados para manter os pequenos seguros, sem afetar a estética da decoração.

Para os maiores, um piso com acabamento antiderrapante já é suficiente para evitar quedas. Já para bebês, é importante investir em recursos como grade para berço, protetor de tomada, tela nas janelas, protetor de quina, protetor de porta, etc. Com isso, as crianças podem ser divertir ao máximo, mas de maneira segura. 

7. Pontos focais

Por fim, para quebrar a monotonia de ambientes, crie pontos focais com tonalidades chamativas. Para isso, você deve escolher uma área ou superfície do cômodo e adicionar cores que contrastem com a cartela trabalhada no local.

Algumas ideias são persiana colorida, parede-lousa e porta com revestimento. Tudo isso pode ser feito de maneira simples e sem precisar investir grandes quantias de dinheiro. 

Então, agora que você chegou até aqui, já pode colocar nossas dicas em prática. Mas, lembre-se de ter um bom planejamento, assim como contar com a ajuda de profissionais qualificados.

Dessa forma, você garante um projeto totalmente personalizado e que irá atender as necessidades das crianças e demandas do dia a dia. 

Categorias
CasaDicas

RELACIONADOS