Existem vários motivos para se exercitar, como se manter saudável ou perder peso. Mas você sabia que os exercícios físicos podem beneficiar sua saúde mental?

Antes de mais nada, o termo “saúde mental”, segundo a OMS, é: “um estado de bem-estar no qual uma pessoa pode se realizar, superar as tensões normais da vida, concluir um trabalho produtivo e contribuir à vida de sua comunidade”.

Já está comprovado cientificamente que a prática de atividades físicas traz uma série de benefícios para a saúde mental, desde o alívio do estresse, até combater os sintomas da depressão.

Por isso, é altamente recomendado que todos, independente da idade, se exercitem regularmente, não só para fortalecer sua saúde física, mas principalmente a psíquica.

Portanto, para você entender melhor quais os efeitos benéficos dos exercícios físicos na sua saúde psicológica, continue a leitura e confira!

Como os exercícios físicos impactam na saúde mental?

Os exercícios físicos impactam na saúde mental porque eles facilitam a liberação de endorfinas e hormônios que fazem a pessoa se sentir bem, aliviando o estresse, melhorando a autoestima, a qualidade do sono, além de outros efeitos positivos.

Saiba que estudos recentes mostraram que durante a pandemia houve um aumento considerável de casos de ansiedade e depressão, além de problemas de sono, o que inclusive aumentou o interesse por psicoterapia online.

Agora, por outro lado, pessoas que se exercitaram ao longo desse período apresentaram um melhor humor, menos estresse e ansiedade.

Isso significa a relação direta entre atividades físicas e menos problemas de saúde mental.

Quais os benefícios dos exercícios físicos na saúde mental?

Os benefícios físicos dos exercícios talvez você já saiba: diminuição da pressão arterial, músculos mais volumosos, melhor condição cardiorrespiratória…

RELACIONADO  Como ajudar alguém em tratamento para sair das drogas

E quais os efeitos positivos na saúde mental?

1.Redução dos sintomas de ansiedade e depressão

Em 2021, estima-se que cerca de 264 milhões de pessoas foram afetadas pela depressão, enquanto 280 milhões, de ansiedade.

Sendo assim, o exercício físico é conhecido por estimular os nossos hormônios da “felicidade”: é uma maneira natural de melhorar o humor.

Além disso, o treino aumenta as taxas de endorfinas e pode contribuir a aliviar diversos sintomas daqueles que sofrem de depressão e ansiedade.

2.Menos estresse

Hoje, mais do que nunca, as pessoas vivem muito mais estressadas, e explodem pelas mínimas coisas.

Em resposta ao estresse, as glândulas suprarrenais produzem cortisol. Se a taxa desse hormônio é elevada durante um período prolongado, isso pode levar a um aumento da pressão, desequilíbrio da glicemia e diminuição dos tecidos musculares.

Está provado que treinar reduz nossa taxa de cortisol, e obriga também os sistemas nervoso e simpático a se comunicarem entre eles, o que nos faz reagir melhor ao estresse.

3.Maior autoconfiança

Nada melhor do que se sentir bem e o exercício físico pode melhorar a autoconfiança e autoestima.

Você sabia que em uma plataforma de psicólogos, um dos principais problemas apresentados é com baixa autoestima?

Por sua vez, como a atividade física é composta por pequenos objetivos e pequenos desafios, ela contribui a um sentimento de maior confiança em si.

4.Melhora das performances cerebrais

Pesquisas mostraram que o exercício físico fortalece o hipocampo, que é a parte do cérebro encarregada da memória e aprendizagem.

Também indicaram que o cardio pode ajudar a produzir novos neurônios e assim, melhorar as performances cerebrais.

5.Melhor qualidade de sono

O sono é uma das melhores coisas que podemos oferecer ao nosso corpo.

RELACIONADO  Sintomas Depois do Banho de Sal Grosso: O Que Você Precisa Saber

Isso porque, dormir bem ajuda na recuperação física dos esforços diários, e você se lembra quando falamos do estresse e do cortisol?

Então, um sono de má qualidade pode justamente causar um aumento das taxas de cortisol, ou seja, tudo está ligado.

Diversos especialistas nesta área afirmam que o exercício físico é uma das melhores formas, se não a melhor, de ter uma boa noite de sono.

Conclusão

Respondendo à pergunta de como os exercícios físicos impactam na saúde mental, você viu que o exercício físico tem consequência direta na redução do estresse, uma melhora das performances cerebrais e uma diminuição dos sintomas ligados à depressão e ansiedade.

Portanto, se você ainda não pratica uma atividade física, já passou da hora de começar!

Avatar de Nathan López Bezerra

Formado em Publicidade e Propaganda pela UFG, Nathan começou sua carreira como design freelancer e depois entrou em uma agência em Goiânia. Foi designer gráfico e um dos pensadores no uso de drones em filmagens no estado de Goiás. Hoje em dia, se dedica a dar consultorias para empresas que querem fortalecer seu marketing.