Quando chega a hora de pensar no ingresso no ensino superior, a questão financeira é um fator que pode, por vezes, impedir os jovens de complementarem seus estudos. Uma das dúvidas que surgem nessa fase é como fazer faculdade de graça. 

Muitos estudantes, antes de fazer a matrícula no ensino superior, se perguntam: qual o melhor curso para arrumar emprego rápido? A verdade é que todas as carreiras abrem caminhos, especialmente quando você tem vocação e corre atrás de oportunidades. 

Logo, quando não é preciso conciliar trabalho e estudo ao mesmo tempo, fica mais fácil adquirir uma formação de qualidade e aproveitar a experiência da vida acadêmica. Mas, como é possível ficar livre das mensalidades e fazer faculdade de graça no Brasil? 

No Brasil, temos diversos programas que possibilitam o acesso gratuito ao ensino superior, seja a instituições privadas ou públicas. Entre eles estão o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e o Programa Universidade para Todos (Prouni). 

Todos estes são programas do governo federal que possibilitam que, por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), estudantes tenham acesso gratuito à faculdade. 

Por isso, neste artigo, mostraremos como fazer faculdade de graça. Confira! 

Como fazer faculdade de graça?

O Prouni e o SiSU são programas criados pelo governo federal para possibilitar o acesso gratuito de estudantes ao ensino superior. Criados, respectivamente, nos anos de 2004 e 2010, os dois já foram responsáveis pelo ingresso de milhões de estudantes a instituições públicas e particulares. 

Por meio do Enem, estes dois programas são as principais ferramentas de que dispomos no Brasil para permitir que estudantes tenham como fazer faculdade de graça. Veja a seguir como funcionam!

RELACIONADO  Adega perto de mim: qual a melhor?

Prouni

Criado em 2004 e instituído em janeiro do ano seguinte pelo decreto da Lei 11.096, sancionado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Prouni tem o objetivo de conceder bolsas de estudos integrais e parciais em faculdades e universidades particulares. 

Para participar, é necessário que os estudantes que almejam vagas nas universidades cumpram com alguns requisitos. São estes:

  • Ter cursado todo o ensino médio em uma escola pública; 
  • Ter cursado todo o ensino médio em uma instituição de ensino particular com bolsa de estudos integral; 
  • Ter cursado parte do ensino médio em escola pública e parte em escola particular, conquanto que, nesta, tenha sido com bolsa de estudos integral;
  • Ser uma pessoa com deficiência; 
  • Possuir renda familiar bruta mensal de, no máximo, um salário mínimo e meio. 

Além disso, o interessado deve ter participado de uma das duas edições mais recentes do Enem e ter obtido média igual ou superior a 450 pontos no exame.

SiSU

Outra maneira de ingressar em uma universidade de graça é por meio do Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Este é mais um programa que possibilita o acesso a instituições públicas de ensino a estudantes que participaram do Enem. 

Este programa está em funcionamento desde 2010 e possibilita, sobretudo, o ingresso em universidades federais. No entanto, algumas instituições federais já passaram a adotar o sistema para o acesso de estudantes. 

Para participar do SiSU é necessário que o candidato cumpra com apenas dois requisitos básicos. Estes são: ter participado da edição mais recente do Enem e ter obtido nota superior a zero na redação desta edição.

Nesse programa para fazer faculdade de graça são oferecidas vagas divididas entre três categorias distintas. São estas: 

  • Vagas que são exigidas pela Lei de Cotas e são destinadas a estudantes de baixa renda, autodeclarados pretos, pardos ou indígenas e pessoas com deficiência; 
  • Vagas reservadas para outras políticas afirmativas. Estas são adotadas e informadas pelas instituições na ocasião da divulgação das vagas; 
  • Vagas de ampla concorrência. 

Vale lembrar, entretanto, que os estudantes não podem se inscrever em mais de uma das categorias de vagas simultaneamente. 

Fies

Por fim, mais uma opção de como fazer faculdade de graça é por meio do Fundo de Financiamento do Ensino Superior (Fies). Este está em vigor desde julho de 2001 e tem o objetivo de financiar a graduação de estudantes matriculados em instituições privadas. 

Os estudantes que participaram de qualquer uma das edições do Enem desde 2010 podem utilizar a pontuação obtida no exame para se inscrever no Fies. 

Após a conclusão da graduação, aquele que usufruiu deste programa tem um prazo para começar a efetuar o pagamento das parcelas do financiamento. Desde 2018, os estudantes de baixa renda não são mais afetados pela cobrança de juros.

Considere os programas de bolsa de estudo para universidades particulares e sistemas que simplificam o acesso a instituições públicas. Assim, você obtém uma formação e aumenta as suas chances de sucesso no mercado de trabalho.

Avatar de Nathan López Bezerra

Formado em Publicidade e Propaganda pela UFG, Nathan começou sua carreira como design freelancer e depois entrou em uma agência em Goiânia. Foi designer gráfico e um dos pensadores no uso de drones em filmagens no estado de Goiás. Hoje em dia, se dedica a dar consultorias para empresas que querem fortalecer seu marketing.